sexta-feira, julho 3

Doar, sem que doa! #Doarcabelo

 Todos temos dentro de nós aquela pequena (nalguns casos, grande) vontade de ajudar os outros.    Hoje em dia, há imensas maneiras muito fáceis de o fazer, como doar roupa, fazer voluntariado, distribuir comida, doar sangue,...! É um gesto, aparentemente sem grande dificuldade. Eu, por exemplo, sempre fui uma rapariga que pensou que assim que alcançasse os 18 anos, o iria fazer. Contudo, agora que penso nisso profundamente vejo que há muitas implicações nisso, não é o facto de o tirar que me mete medo, mas todo o processo que irá ser necessário se ele for preciso a alguém. Conheço mais ou menos de perto tudo o que envolve os transplantes e, sendo o mais transparente com vocês, custa-me imenso saber que posso ter de o vir a fazer. Contudo, sei que "hoje por eles, amanhã por nós" e isso faz-me repensar toda a minha teoria e sei que me fará muito bem fazê-lo! Neste momento, penso seriamente nisso. Enquanto não o faço, pensei em fazer outra doação. Doar cabelo! A mim não me falta, e sei que isso não acontece com muitas pessoas, por isso pensei doar no mínimo 30 centímetros de trança(que é o que pedem) ao IPO de Coimbra. Não o farei para já, porque após ter pesquisado e me ter informado, o cabelo tem de estar seco, lavado e sem qualquer tinta. A minha ideia era no final do verão cortar o cabelo e doá-la, pois já teria o suficiente. Infelizmente, tenho californianas feitas há 1 mês e meio e não o poderei fazer. Mas assim que tiver isso resolvido, é o que farei. Não doí e não tem quaisquer implicações. Fica aqui a dica para vocês que têm medo de agulhas ou que como eu têm receio do futuro. É só deixar o cabelo crescido como descrevi à pouco, cortar uma trança no mínimo com 30 centímetros (dependendo dos IPO's ) e enviá-lo por correio ou levar ao próprio local, devidamente guardado num envelope.
 Quero muito levar para a frente ideias de voluntariado e doações. Para já, não quero ser hipócrita e digo-vos que estou muito reticente em relação a dar sangue, mas sei que vou acabar por fazer o que o meu coração achar melhor!
 Espero ter-vos sido uteis com esta informação e que façam, também o que for melhor para vocês!

Sem comentários:

Enviar um comentário